InícioParaíba'Acabou-se o que era doce'

‘Acabou-se o que era doce’

Publicado em

- Advertisement -

Empresa coordenadora do São João e Prefeitura de Campina Grande proíbem cachaça artesanal nas tradicionais barracas

De acordo com o que foi veículado pelo jornalista Maurílio Júnior ‘Acabou-se o que era Doce’ no São João de Campina Grande: as famosas cachaças artesanais foram proibidas de serem comercializadas dentro do espaço do Parque do Povo.

Segundo as informações, a Prefeitura de Campina Grande, através do órgão responsável, Gevisa – Gerência De Vigilância Sanitária, emitiu orientação aos barraqueiros e comerciantes com a nova proibição.

Segundo especula-se, na realidade a Gevisa teria atendido a um pedido da empresa cearense Arte Produções, gestora do São João de Campina Grande 2023.

Sabe-se, e não é segredo, que muito dos patrocínios que movimentam a festa vem de empresas de bebidas nacionais, incluindo a exclusividade de comercialização de determinadas marcas. Seria este o real motivo?

O órgão argumentou em nota técnica que a cachaça artesanal “não detém rotulagem apropriada que atendam aos requisitos e dispositivos legais supracitados.

A partir da proibição, caso os comerciantes desrespeitem a regra, serão notificados e a mercadoria será apreendida.

Um das prejudicadas com a medida é a tradicional cachaça artesanal “Bom que Dói”, produzida pela comerciante conhecida por “Fia”, que trabalha no São João de Campina há mais de 30 anos, vendendo sua bebida com mel.

Ao que parece, a medida deixa claro para os campinenses que “Acabou-se o que era doce” sobre o nosso São João.

Últimas notícias

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

relacionados

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.