InícioParaíbaALPB aprova doação de terreno para polo têxtil

ALPB aprova doação de terreno para polo têxtil

Publicado em

- Advertisement -

Construção de Pólo Têxtil vai abrir 2,7 mil vagas de empregos. A proposta recebeu voto favorável até mesmo da bancada de oposição. O líder Walber Virgolino (PL) defendeu hoje a aprovação do texto.

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou nesta quarta-feira (9) a doação de um terreno de 10 hectares do Estado para a Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep) para a implantação de um polo têxtil no bairro de Mangabeira, em João Pessoa.

O polo deve gerar 2,7 mil empregos e contará com a instalação de 35 empresas paraibanas. As empresas investirão R$ 18,7 milhões no local e terão um ano para se instalarem depois que o polo for construído.

A proposta recebeu voto favorável até mesmo da bancada de oposição. O líder Walber Virgolino (PL) defendeu hoje a aprovação do texto, embora ontem tenha gerado controvérsia obstruindo a votação da matéria.

“O projeto ontem não foi votado porque faltou habilidade por parte do estado. Nossa intenção jamais foi barrar o trabalho de vocês empresários. Queremos que o Estado cresça. Se o governo tivesse explicado, teríamos compreendido e votado. O que o Governo tem que entender é que nós somos um poder. Hoje, esse projeto vai ser aprovados por vocês, pelos empresários. Então, deputados de oposição, vamos votar pela aprovação”, disse.

A aprovação do projeto é uma vitória para o setor têxtil da Paraíba. O polo deve impulsionar a economia do estado e criar empregos.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.