InícioBrasilBolsonaristas presos descobrem que cadeia não tem wi-fi

Bolsonaristas presos descobrem que cadeia não tem wi-fi

Publicado em

- Advertisement -

Durante o curso das audiências de custódia dos terroristas que atuaram no último dia 8 de janeiro em Brasília as queixas surpreendem os juízes: “Não tem wi-fi”

Desde os ataques terroristas ocorridos dia 8 de janeiro, com a posterior prisão de mais de 300 radicais Bolsonaristas em flagrante delito, mais de 1.000 presos no dia seguinte na desocupação do QG instalado em frente do quartel-general do Exército destacados para conduzir as audiências de custódia têm enfrentado situações insólitas no tipo de reclamações ouvidas por parte dos presos ao juízo, tais como o fato da cadeia não disponibilizar wi-fi.

Outras queixas tem sido sobre a suposta falta de conforto das celas, qualidade baixa da alimentação e até mesmo não ter acesso à água gelada para beber.

Um deles reclamou que, desde que havia sido detido, não tinha tido as condições necessárias para limpar suas lentes de contato. O magistrado autorizou que o advogado levasse o produto adequado para a higienização.

Uma queixa praticamente unanime ouvida nas audiências se trata, pasmem, sobre o fato de a prisão ter ocorrido sem que os presos “concordassem”, ou seja, contra a vontade. Para esta alegação, infelizmente foi necessário que designado informasse algo que deveria ser óbvio: “Não sei se o senhor sabe, mas é assim que a prisão funciona“.

Até domingo (15), já tinham sido ouvidas 1.248 pessoas pelos juízes federais do TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região) e estaduais do TJDFT (Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios). O trabalho é coordenado pela Corregedoria do CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

Pela quantidade de presos, advogados têm ficado de prontidão para conseguir clientes. Em média, oferecem uma audiência por R$ 1.000.

O mutirão se iniciou na quarta-feira (11). O trabalho será encaminhado ao ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes, que pode manter as prisões, soltá-los ou, ainda, declinar a competência, caso a caso.

Últimas notícias

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

relacionados

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.