InícioBrasilBolsonaro expulso após tentar se infiltrar em foto com líderes mundiais

Bolsonaro expulso após tentar se infiltrar em foto com líderes mundiais

Publicado em

- Advertisement -

Ex-presidente tentou posar como se ainda fosse chefe de estado e foi retirado da foto oficial, e expulso de restaurante na Argentina

O ex-presidente Jair Bolsonaro foi expulso de um restaurante em Buenos Aires, na Argentina, após tentar se infiltrar em uma foto oficial com líderes mundiais. O incidente ocorreu durante a posse do deputado Javier Milei, líder da extrema direita argentina.

Bolsonaro chegou ao restaurante acompanhado de seguranças e tentou se juntar aos líderes mundiais que estavam reunidos para a foto. No entanto, sua presença foi rejeitada pelos seguranças e por outros chefes de estado.

Entre os que se opuseram à presença de Bolsonaro estavam os presidentes Luis Lacalle Pou, do Uruguai, Santiago Peña, do Paraguai, Gabriel Boric, do Chile, e Daniel Noboa, do Equador. Eles enfatizaram a inadequação de incluir um ex-líder, especialmente um que representa oposição ao atual presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, em tal ocasião.

Bolsonaro foi escoltado para fora do restaurante por seguranças. O ex-presidente brasileiro não comentou o incidente.

O episódio é mais um sinal da crescente tensão entre Bolsonaro e o governo de Lula. Bolsonaro já havia criticado Lula em diversas ocasiões, chamando-o de “comunista” e “ladrão”.

O incidente também chamou a atenção para a divisão política na América do Sul. O continente está dividido entre países de esquerda e de direita, e a disputa entre esses dois grupos políticos se intensificou nos últimos anos.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.