InícioBrasilBombeiros confirmam uma morte e 16 desaparecidos em desabamento de prédio na...

Bombeiros confirmam uma morte e 16 desaparecidos em desabamento de prédio na Grande Recife

Publicado em

- Advertisement -

Também foram confirmados o resgate de duas pessoas na tragédia. Entre os desaparecidos, o Corpo de Bombeiros informou que há crianças

Parte de um prédio desabou, na manhã desta sexta (7), no bairro do Janga, em Paulista, no Grande Recife. Há, ao menos, 19 vítimas: uma pessoa morreu e duas foram resgatadas com vida. Outras 16 seguem soterradas, incluindo crianças, segundo o Corpo de Bombeiros.

O desabamento ocorreu às 6h7. O prédio fica na Rua Doutor Luiz Inácio de Andrade Lima e faz parte do Conjunto Beira-Mar. Segundo os bombeiros, um dos blocos desabou totalmente; e outro, parcialmente.

As vítimas resgatadas com vida são uma adolescente de 15 anos e uma mulher de 65 anos. Ambas sofreram fraturas. Um vídeo mostra o momento em que a jovem é encontrada sob os escombros. Ela foi levada para o Hospital da Restauração, no Recife, passou por exames e encontra-se estável.

A outra vítima resgatada sob os escombros foi levada para o Hospital Miguel Arraes, em Paulista, com politraumatismo. Ela fez exames, encontra-se estável e aguarda transferência para outra unidade de saúde.

Outras quatro pessoas sofreram ferimentos leves e também foram levadas para o Hospital Miguel Arraes, que informou que elas devem ter alta até o fim desta sexta.

Buscas

De acordo com o coronel Robson Roberto, algumas das vítimas soterradas se comunicam com os bombeiros durante a busca.

“É um trabalho que a gente conta com o auxílio dos cães, que já indicaram onde a gente tem essas possíveis vítimas. As vítimas que estão responsivas foi mais fácil, porque com nosso estímulo, elas nos responderam. Estamos mantendo essas frentes de trabalho, mas é um trabalho que tem que ser feito com calma, com cautela, porque são pessoas que estão sob escombros e a gente obviamente está com a intenção de tirá-las com vida local”, disse.

Esse tipo de prédio, que é popularmente conhecido como “prédio caixão”, tem térreo e três andares e, em cada pavimento há quatro apartamentos. O edifício estava interditado por ordem judicial desde 2010, de acordo com a prefeitura de Paulista. No entanto, foi reocupado em 2012.

Uma vistoria foi feita em 2018 e confirmou a interdição, mas os moradores seguiram no local. Não há informação se as pessoas estavam em algum programa habitacional ou se recebiam algum tipo de suporte para deixarem o local de risco.

Uma mulher que não quis se identificar disse que a irmã, Maria da Conceição, morava no edifício com os filhos.

“A gente ocupou aí porque não tinha onde morar. Minha irmã e os filhos dela estavam lá. Moravam cinco filhos com ela aí. A gente está sem notícia dela”, disse.

Imagens enviadas para o WhatsApp da TV Globo mostram o momento em que parte do prédio desabou (veja vídeo acima). O despachante Jailson Júnior presenciou o momento em que o edifício caiu.

“Eu trabalho no terminal de ônibus do Conjunto Beira-Mar, aqui do lado. Havia pessoas soterradas lá embaixo, inclusive uma placa [de concreto] caída em cima de crianças. Está todo mundo aqui, Samu, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros”, disse.

As buscas por vítimas seguem no local, com participação de 50 bombeiros e 40 voluntários. Cães farejadores também são utilizados na operação para encontrar pessoas.

Últimas notícias

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

relacionados

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.