InícioParaíba"Caçada" à Antônio Ais segue de forma paralela pelas vítimas da Braiscompany

“Caçada” à Antônio Ais segue de forma paralela pelas vítimas da Braiscompany

Publicado em

- Advertisement -

Segundo as informação divulgadas pelo advogado Gustavo Rabay, que representa um grupo de pessoas vítimas do calote milionário cometido pela Braiscompany

Para quem pensa que as vítimas do golpe financeiro da Braiscompany se conformaram em margar o prejuízo está enganado.

De acordo com as informações dadas pelo advogado Gustavo Rabay, representante de um grupo de vítimas, os donos da empresa investigada por aplicar um calote milionário em milhares de investidores, está fazendo uma investigação paralela à Polícia Federal.

O objetivo é para tentar localizar e prender o casal Antônio e Fabrícia Ais, donos da empresa e que estão foragidos.

Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM, Rabay falou que a Operação Halving, da Polícia Federal, perdeu um pouco do ritmo e demorou a encaminhar uma busca pelo casal. Por conta disso, a ação paralela vem sendo desencadeada.

Do ponto de vista jurídico e da defesa, temos visto que a primeira fase da operação chegou no momento contemporâneo à quebra da empresa, com a fuga dos sócios. Depois, ela (Polícia Federal) perdeu um pouco de velocidade com relação à investigação do núcleo duro e se dedicou aos desdobramentos da principal operação. Já temos investigações paralelas, além da Polícia Federal, com informantes e há uma mobilização para encontrar o casal. A suspeita é de que eles estejam na América Latina”, afirmou Rabay.

Embora o advogado tenha alegado uma suposta perda de velocidade nas investigações, aa manhã desta quinta, a Polícia Federal deflagrou a Operação Select II, mais um desdobramento da Operação Halving, que investiga crimes contra o sistema financeiro. 

Os policiais cumpriram um mandado de busca e apreensão em um município de São Paulo e os endereços onde foram feitas as buscas têm relação com a Braiscompany.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.