InícioBrasilCaixa desiste de cobrar tarifa de PIX para pessoas jurídicas

Caixa desiste de cobrar tarifa de PIX para pessoas jurídicas

Publicado em

- Advertisement -

Após intensa repercussão e Fake News circulando, a CEF decide desistir da cobrança do PIX para pessoas Jurídicas. Especula-se se houve intervenção do Governo Federal na decisão

Em menos de 24 horas uma decisão que estava tomada pela direção da Caixa Econômica Federal foi retirada da pauta interna do Banco.

Após o anúncio de que a CEF passaria a cobrar pelas transações via PIX para pessoas jurídicas a partir de 19 de julho, foi emitido um comunicado oficial nesta terça-feira (20) suspendendo a decisão.

Entre as maiores instituições bancárias do país, a Caixa é o único que ainda mantém a gratuidade: Bradesco, Banco do Brasil, Itaú Unibanco, Caixa e Santander já possuem tarifas especificas sobre estas transações.

Mesmo outros bancos públicos já adotaram a cobrança, mesmo que suas taxas e condições variem entre as instituições financeiras.

Há, contudo, outras instituições e fintechs que não praticam a cobrança. Veja a seguir as condições em cada um deles:

  • Banco do Brasil:

Cobra R$ 2,90 a cada Pix saque e a cada Pix troco. Para recebimento via QR Code PIX, cobra 0,99% do valor por transação, sendo que o valor máximo é de R$ 140,00. Para transferência para outras instituições, cobra 0,99% do valor por transação, sendo que o valor mínimo é de R$ 1,00 e o valor máximo é de R$ 10,00. Não cobra para transferência e recebimento de Pix de BB para BB.

  • Bradesco:
  • Cobra R$ 2,50 a cada Pix saque e a cada Pix troco. Para recebimento via QR Code PIX, cobra 1,40% do valor por transação, sendo que o valor mínimo é de R$ 0,90 e o valor máximo é de R$ 9,00. Para transferência para pagamento, cobra 1,40% do valor por transação, sendo que o valor mínimo é de R$ 1,65 e o valor máximo é de R$ 9,00.
  • Santander:
  • Para recebimento de Pix via QR Code, cobra 6,54% do valor por transação, sendo que o valor mínimo é de R$ 0,90 e o valor máximo é de R$ 9,00. Para recebimento de Pix via Checkout ou GetNet, cobra 1,4% do valor recebido, sendo o mínimo de R$ 0,95. Para envio de pagamento, cobra 1,4% do valor da transação, sendo o mínimo R$ 1,75 e máximo R$ 9,60.
  • Bancos e fintechs que não cobram Pix para PJ
  • Nubank
  • Mercado Pago
  • C6 Bank
  • Cora
  • Inter

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.