InícioBrasilCaos no Rio de Janeiro: Ataques Incendeiam Ônibus e Trens

Caos no Rio de Janeiro: Ataques Incendeiam Ônibus e Trens

Publicado em

- Advertisement -

RJ tem 35 ônibus queimados após morte de miliciano na zona oeste, Aulas foram suspensas após ataques; não há informações sobre feridos

O Rio de Janeiro enfrentou um dia de caos, com pelo menos 36 ônibus incendiados na zona oeste da cidade. Esses ataques ocorreram após uma operação policial que resultou na morte do sobrinho de um miliciano atuante na região. Até o momento, não há relatos de feridos ou mortos devido a esses ataques.

O sindicato das empresas de transporte coletivo da cidade, o Rio Ônibus, reportou que esse foi o maior número de ônibus incendiados no Rio em um único dia. Além dos ônibus, um trem também foi alvo de ataques nas proximidades da estação Tancredo Neves, em Santa Cruz.

O governador Cláudio Castro anunciou que 12 pessoas foram presas em relação a essas ações criminosas. Segundo a Polícia Civil, esses ataques foram realizados por um grupo de milicianos em retaliação à morte de Matheus da Silva Resende, vice-líder de uma quadrilha, em um confronto com a polícia civil.

Após os ataques, as aulas nas escolas municipais da cidade foram suspensas. O município entrou em estado de atenção, o terceiro nível em uma escala de cinco, indicando que uma ou mais ocorrências estão afetando a rotina de parte da população.

Os incêndios tiveram impacto significativo no transporte público na zona oeste, a área mais populosa do Rio. As linhas de ônibus no corredor Transoeste foram interrompidas, causando grandes transtornos.

Esses eventos ocorrem em um momento em que forças federais, como a Força Nacional de Segurança Pública e a Polícia Federal, foram enviadas ao Rio de Janeiro para auxiliar as forças locais devido ao aumento da criminalidade. O uso das Forças Armadas no combate ao crime também está sendo discutido com o governo federal.

O Rio de Janeiro enfrenta desafios sérios de segurança pública, e os moradores estão esperando medidas decisivas das autoridades para garantir a paz e a ordem na cidade.

Últimas notícias

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

relacionados

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.