InícioParaíbaDaniella Ribeiro repudia violência política de gênero e pede respeito

Daniella Ribeiro repudia violência política de gênero e pede respeito

Publicado em

- Advertisement -

A senadora acredita que a atitude do Senador Veneziano foi “uma clara tentativa de desqualificar o seu trabalho, a sua história e o espaço conquistado com muito trabalho pela Paraíba”.

A senadora Daniella Ribeiro (PSD) acusou o senador Veneziano Vital do Rego (MDB) de violência política de gênero por ele ter dito que ela usava “os corredores do Senado para desfilar”. Em entrevista à CBN João Pessoa, nesta quarta-feira (13), a parlamentar cobrou uma retratação do colega de bancada no Senado pelas falas consideradas por ela como misóginas e contra a lei de combate à violência política contra mulheres.

Daniella Ribeiro afirmou que a violência aconteceu porque ela fez críticas ao fato de Veneziano abusar politicamente das obras de duplicação da BR-230, em Campina Grande, sem considerar o esforço dos demais integrantes da bancada que também destinaram emendas para o projeto.

“O que não é aceito, e há lei para isso, são os ataques pessoais para tentar desqualificar o trabalho de uma mulher”, disse.

Veneziano rebateu as acusações de Daniella e disse que ela foi quem proferiu palavras desrespeitosas contra ele, na rádio Arapuan, e que ele apenas respondeu às declarações da senadora.

“A senadora foi quem, na última segunda-feira (11), em entrevista à Rádio Arapuan FM, de forma absolutamente injustificável, proferiu provocações, agressões e acusações à pessoa de Veneziano”, afirmou o senador em nota.

“Eu, mais uma vez utilizando de minha natural postura, de educadamente tratar a todos, indistintamente, sempre me portando da forma que a Paraíba o conhece na atividade política e nas relações pessoais, no comportamento sempre íntegro que lhe é peculiar, afirmou que não seria agora, mesmo diante das agressões sofridas, que mudaria de postura e passaria a atacar a parlamentar”, disse Veneziano.

A troca de acusações entre os senadores chamou a atenção para a violência política de gênero, que é um problema crescente no Brasil. A lei que pune esse tipo de violência foi aprovada pelo Senado Federal em 2021, mas ainda é pouco aplicada.

“É importante que os casos de violência política de gênero sejam denunciados e que os responsáveis sejam punidos”, disse a senadora Daniella Ribeiro.

“Precisamos combater esse tipo de violência para que as mulheres possam exercer a política de forma plena e sem medo de represálias”, completou.

Últimas notícias

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

relacionados

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.