InícioBrasilDeputado paraibano quer regulamentar Tinder

Deputado paraibano quer regulamentar Tinder

Publicado em

- Advertisement -

O deputado federal Gervásio Maia, relator do Projeto de Lei 2112/2023, debateu a implantação de regras de segurança com Mark Buse, executivo de relações governamentais do maior grupo de aplicativos de relacionamento do mundo.

O deputado federal Gervásio Maia (PSB-RN), relator do Projeto de Lei 2112/2023, que estabelece medidas de segurança na prestação de serviços oferecidos por aplicativos de relacionamento, pressionou nesta quarta-feira (23) o Match Group, maior grupo do mundo no ramo, a adotar essas medidas.

Maia se reuniu com Mark Buse, executivo de relações governamentais do Match Group, para discutir o projeto. O parlamentar ressaltou a importância de garantir a segurança dos usuários de aplicativos de relacionamento, especialmente no contexto de crescimento da violência contra a mulher.

Uma das medidas apresentadas no projeto de lei é a obrigação do cadastramento prévio do CPF nos aplicativos de relacionamento durante o acesso. A ideia é que as plataformas sejam responsáveis por verificar a identidade de todos os seus usuários e garantir o bloqueio de contas falsas.

“Temos acompanhado com preocupação o crescimento da violência contra a mulher em aplicativos de relacionamento. É fundamental que as empresas que prestam esses serviços adotem medidas de segurança para proteger seus usuários”, afirmou Maia.

Buse, do Match Group, disse que a empresa está comprometida com a segurança de seus usuários e que está avaliando as medidas propostas no projeto de lei. No entanto, ele destacou que o cadastro prévio do CPF pode representar uma barreira para o uso dos aplicativos, especialmente para pessoas que não têm acesso a esse documento.

O projeto de lei ainda está em discussão na Câmara dos Deputados. Se aprovado, entrará em vigor em até 180 dias.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.