InícioParaíbaDinheiro falso apreendido na Paraíba

Dinheiro falso apreendido na Paraíba

Publicado em

- Advertisement -

Foi a maior apreensão de dinheiro falso registrada pela Polícia Federal na Paraíba, de acordo com a corporação. Crime pena de 3 a 12 anos de reclusão, além de multa

De acordo com o que foi informado pela Polícia Federal, um homem de 28 anos, que não teve identidade revelada, foi preso em flagrante na tarde da última quinta-feira (25), em João Pessoa, na Paraíba, com cerca de R$ 25 mil em cédulas falsas.

A prisão, realizada em flagrante delito, tinha cédulas de R$50, R$100 e R$200. Uma perícia preliminar foi realizada, comprovando a falsidade, sendo o homem recolhido à custodia, na sede da Polícia Federal, onde ficará aguardando audiência de custódia na Justiça Federal nesta sexta-feira (26).

Não foi divulgado se as notas já haviam sido utilizadas no comércio local, ou se destinavam a outros negociações escusas, mas reforça a necessidade de cuidado por parte dos comerciantes, especialmente neste período do ano, com enorme fluxo de negociação devido as festividades de São João.

Esta foi a maior apreensão de cédulas falsas já realizada pela Polícia Federal no Estado da Paraíba. O crime de moeda falsa está previsto no art. 289 do Código Penal Brasileiro e prevê uma pena de 03 a 12 anos de reclusão e multa.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.