InícioParaíbaDinheiro que seria usado financiar ataques no RN é bloqueado pela PF

Dinheiro que seria usado financiar ataques no RN é bloqueado pela PF

Publicado em

- Advertisement -

O Ministério da Justiça e Segurança Pública atua na articulação dessas ações conjuntas entre as forças de segurança federais e estaduais, juntamente com as secretarias de segurança pública.

Em razão de desdobramentos das operações de Força Tarefa, que combate o crime organizado em vários estados do Nordeste, especialmente do RN, avanços importantes foram obtidos para impedir novos ataques violentos à segurança pública, como os registrados nas últimas semanas.

A Força-Tarefa da Paraíba, a 4ª Superintendência da Polícia Civil de Guarabira, a Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco) e a Força-Tarefa de combate ao crime organizado do Sistema Único de Segurança Pública de Natal (FT-Susp/RN), deflagraram nesta terça-feira (28) na Paraíba a Operação Little Box.

Os mandados de busca foram cumpridos no presídio de Guarabira e em Natal. Como novidade nesta ação, foi a possibilidade de rastrear a fonte de financiamento financeiro para as ações.

A Polícia Federal bloqueou mais de R$ 100 mil em uma conta, que serviria para financiar os ataques criminosos realizados no Rio Grande do Norte nos últimos dias. O valor foi encontrado por meio de uma operação realizada pelo órgão federal em conjunto com as forças de segurança da Paraíba e do RN.

Mais cedo, mandados de busca foram realizadas no presídio de Guarabira (PB) e em Natal (RN). Os investigados responderão pelos crimes de organização criminosa e lavagem de dinheiro, cujas penas máximas somadas podem chegar a mais de 18 anos de reclusão e multa.

Espera-se que o caminho do combate ao crime organizado de forma conjunta entre os estados possa surtir efeitos mais rápidos à segurança pública.

A FT-Susp/PB é composta pela Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SEAP) e da Secretaria Nacional de Políticas Penais (SENAPPEN). O Ministério da Justiça e Segurança Pública atua na articulação dessas ações conjuntas entre as forças de segurança federais e estaduais, juntamente com as secretarias de segurança pública.

Últimas notícias

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

relacionados

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.