InícioBrasilDurante transição, Lula refaz pacto federativo e já articula com governadores eleitos

Durante transição, Lula refaz pacto federativo e já articula com governadores eleitos

Publicado em

- Advertisement -

Levando adiante a transição para o novo governo Lula, o PT procurou governadores adversários para compor um novo pacto federativo para 2023. Segundo o Uol, interlocutores da aliança das dez legendas que compuseram a chapa buscam os nomes que vão governar os estados a partir de 1º de janeiro.

Conforme Lula destacou durante a campanha eleitoral, o PT quer pacificar a relação com governadores, e avalia que isso é o primeiro passo para que o novo governo possa focar na articulação com o Congresso, dominado pela direita e pelo bolsonarismo.

Dentre os 27 novos governadores eleitos, apenas 10 são de partidos que compunham a chapa de Lula ou foram apoiados pela campanha. Destes 10, sete estão no Nordeste.

Lula denunciou durante a campanha eleitoral que Jair Bolsonaro (PL) não ouvia governadores, só apoiadores, e não recebia prefeitos, e por isso propôs reunir os 27 governadores em Brasília ainda na primeira quinzena de mandato para dialogar e ouvir demandas.

Internet imortaliza em memes o “Patriota do caminhão”, que vira símbolo do golpismo fracassado bolsonarista
De acordo com a reportagem do Uol, “o PT já esperava que a transição fosse um período conturbado — e os bloqueios das estradas por apoiadores do presidente indicam isso — e entende que, quanto menos turbulenta for a relação com governos de oposição, melhor será a condução do governo”.

Ainda, o artigo aponta que, em São Paulo, onde venceu o bolsonarista Tarcísio de Freitas (Republicanos), o ex-ministro Gilberto Kassab, presidente do PSD, tem sido uma peça chave para fazer a ligação entre o futuro governo Lula e o governador eleito.

O PSD também busca boa relação no Paraná, onde Ratinho Jr., do mesmo partido, foi reeleito. Apesar de declarar apoio a Bolsonaro, interlocutores teriam dito ao Uol que ele já se diz aberto a uma boa relação com o governo petista.

Últimas notícias

Paraíba abre as portas para a Alemanha

Governador João Azevêdo marca o início do I Fórum de Internacionalização Paraíba sem Fronteiras: Paraíba-Alemanha, com investimento de R$ 307 milhões em pesquisa e bolsas.

Vereador Dinho Dowsley se filia ao PSD em busca de representação para João Pessoa

O vereador Dinho Dowsley, atual presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), anunciou nesta quinta-feira (4) sua filiação ao Partido Social Democrático (PSD). A mudança de partido ocorreu após sua saída do Avante, pelo qual foi eleito em 2020.

Governadores do Nordeste Propõem Medidas para Fortalecer Finanças Estaduais

Uma das propostas é a do aumento do FPE e Parcelamento de Dívidas para Enfrentar Desafios Financeiros Estaduais pelas perdas de arrecadação com a desoneração do ICMS.

Tudo pronto para as provas do Concurso Público Nacional Unificado

Provas ocorrem no dia 5 de maio e serão aplicadas simultaneamente em 228 cidades em todas as unidades da federação, com questões objetivas e dissertativas

relacionados

Paraíba abre as portas para a Alemanha

Governador João Azevêdo marca o início do I Fórum de Internacionalização Paraíba sem Fronteiras: Paraíba-Alemanha, com investimento de R$ 307 milhões em pesquisa e bolsas.

Vereador Dinho Dowsley se filia ao PSD em busca de representação para João Pessoa

O vereador Dinho Dowsley, atual presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), anunciou nesta quinta-feira (4) sua filiação ao Partido Social Democrático (PSD). A mudança de partido ocorreu após sua saída do Avante, pelo qual foi eleito em 2020.

Governadores do Nordeste Propõem Medidas para Fortalecer Finanças Estaduais

Uma das propostas é a do aumento do FPE e Parcelamento de Dívidas para Enfrentar Desafios Financeiros Estaduais pelas perdas de arrecadação com a desoneração do ICMS.