InícioParaíbaEx-Secretário de Bayeux é preso em pela PF na operação contra ataques...

Ex-Secretário de Bayeux é preso em pela PF na operação contra ataques de 8 de janeiro

Publicado em

- Advertisement -

A PF detalhou que os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito nos ataques de 8 de Janeiro

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (17) o influenciador digital e ex-secretário de comunicação da Prefeitura de Bayeux, Rodrigo Lima, durante a Operação Lesa Pátria. Lima é suspeito de ter fomentado o movimento violento chamado de “Festa da Selma”, que era, na verdade, um codinome para se referir às invasões ao Congresso Nacional em 8 de janeiro de 2022.

O termo “Festa da Selma” foi utilizado para convidar e organizar o transporte para as invasões, além de compartilhar coordenadas e instruções detalhadas para a invasão aos prédios públicos. Os participantes do movimento eram incentivados a não levar idosos e crianças, a se prepararem para enfrentar a polícia e a defenderem termos como guerra, ocupar o Congresso e derrubar o governo constituído.

A Polícia Federal detalhou que os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido e crimes da lei de terrorismo.

Ao todo, estão sendo cumpridos 10 mandados de prisão preventiva e 16 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Supremo Tribunal Federal, nos estados da Bahia, Goiás, Paraíba, Paraná, Santa Catarina e no Distrito Federal.

As investigações continuam em curso e a Operação Lesa Pátria se torna permanente, com atualizações periódicas acerca do número de mandados judiciais expedidos, pessoas capturadas e foragidas.

Os mandados de prisão preventiva foram expedidos para:

  • Distrito Federal (2)
  • Goiás (2)
  • Paraíba (1)
  • Paraná (2)
  • Santa Catarina (3)

A prisão de Rodrigo Lima é um duro golpe para os apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro, que vinham usando as redes sociais para divulgar informações falsas e incitar a violência.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.