InícioParaíbaJoão Azevêdo enxerga caminho ao Senado em 2026

João Azevêdo enxerga caminho ao Senado em 2026

Publicado em

- Advertisement -

O governador João Azevêdo fala em “caminho natural” e volta a se colocar como candidato ao Senado em 2026

O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), voltou a afirmar, nesta sexta-feira (25), que colocará seu nome à disposição do partido para disputar o Senado em 2026. No entanto, ele reconheceu que o partido não é obrigado a adotá-lo como candidato.

Em entrevista, Azevêdo disse que, antes de 2026, é preciso manter o foco na administração do Estado e trabalhar nos próximos três anos para pavimentar uma possível candidatura futura.

“2026 não vai demorar muito. Quero trabalhar em 2023, 2024, 2025 e quando chegar em 2026 a gente decide. Ser candidato ao Senado é uma coisa natural no processo. Vou terminar meu segundo mandato e é natural que eu coloque meu nome a disposição do partido para se assim ele entender me colocar na condição de candidato ao Senado”, afirmou o governador.

No entanto, o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (Republicanos), alertou Azevêdo sobre uma possível rasteira que o PSB pode lhe dar em 2026.

Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM, Galdino disse que o PSB não passa confiança aos aliados de Azevêdo e pode barrar uma candidatura dele ao Senado, beneficiando o grupo da senador Daniella Ribeiro (PSD), do vice-governador Lucas Ribeiro (Progressistas) e do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas).

“Para João ter segurança ele tem que ter um partido que lhe dê garantia e seria muito bem-vindo ao Republicanos. Um governador que deixará o mandato por oito meses não pode entrar em uma aventura. Deveria ter um compromisso público no papel de que os Ribeiro só teriam um candidato. João corre o risco de ficar por último e ser o grande prejudicado, já que Daniella quer a reeleição. Eu, no lugar de João, só sairia com tudo preto no branco”, destacou Galdino.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.