InícioParaíbaJoão Azevêdo sanciona lei que livra usuário de 'multa de fidelidade' de...

João Azevêdo sanciona lei que livra usuário de ‘multa de fidelidade’ de academia

Publicado em

- Advertisement -

O descumprimento desta Lei sujeitará o infrator ao pagamento de multa na Paraíba


Neste sábado (28), uma lei de autoria do deputado Felipe Leitão (PSD) e sancionada pelo governador João Azevêdo (PSB) oferece uma nova perspectiva para quem é cliente de academias, escolas de cursos e idiomas, e clubes no estado da Paraíba.

Essa lei estabelece a possibilidade de cancelamento da famosa ‘multa de fidelidade’, tão comum nesses tipos de estabelecimentos. Agora, o consumidor tem o direito de solicitar o cancelamento dessa multa quando comprovar a perda do vínculo empregatício após a adesão ao contrato. Isso significa mais flexibilidade e menos burocracia!

É importante lembrar que a lei entrará em vigor em seis meses, ou seja, 180 dias a partir da sua publicação no Diário Oficial do Estado. Portanto, fique atento aos prazos!

Mas, como toda lei, essa também tem medidas para garantir o seu cumprimento. Estabelecimentos que não respeitarem a nova legislação poderão enfrentar multas de até 100 Unidades Fiscais de Referência (UFR). O valor da UFR varia mensalmente e será aplicado de acordo com o porte do estabelecimento e o grau de culpabilidade.

E atenção, reincidentes! Se um estabelecimento não respeitar a lei mais de uma vez, a multa será aplicada em dobro. Portanto, essa lei visa proteger os direitos do consumidor e promover mais transparência nas relações de fidelidade com esses tipos de serviços na Paraíba.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.