InícioBrasilJogador de vôlei que "estimulou" assassinato de Lula é afastado

Jogador de vôlei que “estimulou” assassinato de Lula é afastado

Publicado em

- Advertisement -

Time brasileiro afasta jogador bolsonarista que incitou assassinato de Lula em enquete nas redes sociais.

O jogador de vôlei Wallace Leandro, que defende as cores do Cruzeiro, causou polêmica ao estimular o assassinato do presidente Lula (PT) em uma postagem nas redes sociais. Ao ser questionado sobre se usaria uma escopeta para “atirar na cara” do presidente, Wallace respondeu positivamente com um emoji de um santo sorridente.

Publicação do jogador no Instagram apagada após a polêmica.

Após a repercussão negativa da postagem, o atleta a apagou. A equipe do Cruzeiro se posicionou sobre o assunto nas redes sociais e lamentou profundamente o conteúdo da publicação de Wallace.

A Comissão de Combate às Discriminações da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro anunciou que deve denunciar o atleta pelo crime de incitação à violência. O ministro da Secretaria de Comunicação Social, Paulo Pimenta, afirmou que acionou a Advocacia-Geral da União para tomar medidas sobre a postagem. Já o Sada Cruzeiro, anunciou o afastamento do jogador por tempo indeterminado.

Wallace é conhecido por fazer comentários políticos e é seguido nas redes sociais por Jair Bolsonaro e pelos filhos Eduardo e Flávio. Em outra postagem, ele publicou uma foto de Lula com a legenda “o crime no Brasil compensa” e escreveu na legenda da publicação que o Brasil “não é para amadores”.

Este caso mostra a importância da responsabilidade e da ética nas redes sociais, especialmente para personalidades públicas, como atletas, que são vistos como modelos a seguir pelos jovens e pelo público em geral. As palavras têm o poder de causar impacto e influenciar o pensamento das pessoas, por isso, é fundamental ter cautela e respeito ao se expressar nas redes sociais.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.