InícioBrasilLivro de autor brasileiro é censurado em Universidade

Livro de autor brasileiro é censurado em Universidade

Publicado em

- Advertisement -

Após campanha feita por deputado do PL em Goiás, livro “Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios” foi censurado em Universidade e taxado de “pornográfico”.

O renomado autor Brasileiro, o escritor Marçal Aquino, esteve recentemente envolvido em uma polêmica na qual um de seus principais livros foi taxado de “pornográfico” e retirado da lista de leituras do vestibular.

O fato aconteceu depois de ampla campanha liderada pelo deputado federal Gustavo Gayer (PL-GO), que questionou a indicação da obra para o vestibular da Universidade Rio Verde.

Segundo o deputado, palavras que fazem referência aos órgãos sexuais, e descrição de cenas íntimas não poderiam fazer parte de lista de leitura e para uma prova de ingresso em faculdade.

O autor declarou em recente entrevista ao portal UOL não se espantar com o posicionamento do deputado, mas sim com a postura da universidade. “Isso não deveria nem chocar a gente, é um deputado de perfil conservador. O que me choca é a comissão do vestibular e a universidade aceitarem essa tutela tão inapropriada e retirar o livro da lista do vestibular”.

Demita-se a comissão que seleciona os livros, já que a opinião de um deputado faz com que seus integrantes questionem escolhas que deveriam ser embasadas no conhecimento técnico deles. Faz-me pensar o seguinte: que universidade é essa? Eu não quero viver no mundo que esse deputado pensa ser o ideal, não me interessa. Mas também eu não iria para uma universidade que assume uma posição dessa”, lamentou Marçal Aquino.

Em nota, publicada no dia 27/4, a instituição confirmou a retirada do livro das leituras indicadas para os candidatos. “Trata-se de uma obra da literatura brasileira contemporânea, trabalhada nos principais cursinhos pré-vestibulares e presente na lista obrigatória de diversos concursos do país, motivo pelo qual a banca o teria indicado para o vestibular da UniRV”, diz o texto.

“Porém, a Coordenação do Vestibular, ao tomar ciência do conteúdo do livro e da polêmica gerada, decidiu pela exclusão imediata da referida obra da lista literária indicada para o vestibular”, completa.

Entenda a obra

De acordo com o site da editora Companhia das Letras, responsável pela publicação do livro, Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios conta a história do envolvimento entre o fotógrafo Cauby e Lavínia, mulher de um pastor evangélico que a tirou das ruas e das drogas.

A narrativa, que se passa em uma pequena cidade do estado do Pará, chegou a ser adaptada para o cinema em 2012. Lavínia, uma das personagens, foi interpretada pela atriz Camila Pitanga.

Ao que parece, se a censura continuar como critério para obras literárias que podem ou não constar na lista para provas do vestibular, as obras renomadas de Jorge Amado serão esquecidas e constarão apenas as de Monteiro Lobato.

Capítulo vergonhoso para cultura nacional.

Últimas notícias

Paraíba abre as portas para a Alemanha

Governador João Azevêdo marca o início do I Fórum de Internacionalização Paraíba sem Fronteiras: Paraíba-Alemanha, com investimento de R$ 307 milhões em pesquisa e bolsas.

Vereador Dinho Dowsley se filia ao PSD em busca de representação para João Pessoa

O vereador Dinho Dowsley, atual presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), anunciou nesta quinta-feira (4) sua filiação ao Partido Social Democrático (PSD). A mudança de partido ocorreu após sua saída do Avante, pelo qual foi eleito em 2020.

Governadores do Nordeste Propõem Medidas para Fortalecer Finanças Estaduais

Uma das propostas é a do aumento do FPE e Parcelamento de Dívidas para Enfrentar Desafios Financeiros Estaduais pelas perdas de arrecadação com a desoneração do ICMS.

Tudo pronto para as provas do Concurso Público Nacional Unificado

Provas ocorrem no dia 5 de maio e serão aplicadas simultaneamente em 228 cidades em todas as unidades da federação, com questões objetivas e dissertativas

relacionados

Paraíba abre as portas para a Alemanha

Governador João Azevêdo marca o início do I Fórum de Internacionalização Paraíba sem Fronteiras: Paraíba-Alemanha, com investimento de R$ 307 milhões em pesquisa e bolsas.

Vereador Dinho Dowsley se filia ao PSD em busca de representação para João Pessoa

O vereador Dinho Dowsley, atual presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), anunciou nesta quinta-feira (4) sua filiação ao Partido Social Democrático (PSD). A mudança de partido ocorreu após sua saída do Avante, pelo qual foi eleito em 2020.

Governadores do Nordeste Propõem Medidas para Fortalecer Finanças Estaduais

Uma das propostas é a do aumento do FPE e Parcelamento de Dívidas para Enfrentar Desafios Financeiros Estaduais pelas perdas de arrecadação com a desoneração do ICMS.