InícioBrasilLula pede a presidente de Israel corredor humanitário em Gaza

Lula pede a presidente de Israel corredor humanitário em Gaza

Publicado em

- Advertisement -

Petista compartilhou registro feito de ligação a Isaac Herzog, presidente de Israel. Lula agradeceu apoio à operação de repatriação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ligou, nesta quinta-feira (12/10), para o presidente de Israel Isaac Herzog. Em registro compartilhado nas redes sociais, o petista disse ter agradecido a colaboração do governo israelense com a operação de repatriação dos brasileiros. “Transmiti meu apelo por um corredor humanitário para que as pessoas que queiram sair da Faixa de Gaza pelo Egito tenham segurança”, reforçou Lula. Este é o primeiro registro do presidente compartilhado depois das cirurgias feitas em 29 de setembro. O chefe do Executivo reafirmou a disposição do governo brasileiro em participar de negociações de paz entre Israel e Hamas. Até o momento, 2,6 mil pessoas já morreram no conflito, enquanto o número de feridos passa de 10 mil. “Reafirmei a condenação brasileira aos ataques terroristas e nossa solidariedade com os familiares das vítimas. Solicitei ao presidente todas as iniciativas possíveis para que não falte água, luz e remédios em hospitais”, escreveu o presidente.

Brasileiros repatriados


Até o momento, 494 brasileiros foram retirados de Israel pela operação Voltando em Paz, conduzida pela Força Aérea Brasileira (FAB). Dois voos já pousaram no Brasil. O primeiro avião, um KC-30, com 211 brasileiros, chegou à Base Aérea de Brasília na madrugada de quarta-feira (11/10). A segunda aeronave — da mesma configuração — chegou nesta quinta (12) no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, com 214 passageiros.

O terceiro avião, um KC-390 Millennium, está a caminho do Brasil com 69 brasileiros. A previsão é de chegada na sexta (13), no Aeroporto de Guarulhos (SP). Este grupo, de acordo com o governo brasileiro, inclui duas gestantes. “Do total de 69 embarcados, 29 têm como destino final a cidade de São Paulo, nove vão para o Rio de Janeiro, outros nove para Belo Horizonte, cinco para Recife, quatro para Goiânia, quatro para Porto Alegre, dois para Vitória, um para Uberlândia (MG) e um para Cuiabá”, informou o Palácio do Planalto.

Avião presidencial tenta chegar a Gaza


O avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que decolou na tarde desta quinta-feira (12) fará uma parada em Roma, na Itália, onde vai aguardar a autorização para ir ao Egito resgatar um grupo de brasileiros presos na Faixa de Gaza. Esta é a primeira aeronave brasileira – cedida pela Presidência da República – que partiu rumo ao Cairo e não a Tel Aviv, em Israel, desde o início do conflito com o Hamas. O avião é um modelo VC-2 (Embraer 190) usado pela Presidência da República e tem capacidade para 40 pessoas. A aeronave tem chegada prevista em Roma às 6h desta sexta (13/10) após parada técnica para abastecimento em Cabo Verde, na África.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.