InícioBrasilMais de 16 mil desalojados e desabrigados em Alagoas

Mais de 16 mil desalojados e desabrigados em Alagoas

Publicado em

- Advertisement -

De acordo com o último boletim com atualização do número de desabrigados e desalojados divulgado na tarde deste sábado (8), o número de desabrigados pelas chuvas passa de 16 mil

Conforme as informações da Defesa Civil do estado de Alagoas, o estado tem neste momento mais de 16 mil pessoas estão desalojadas ou desabrigadas pelas fortes chuvas do últimos duas que tem castigado o estado.

O governador de Alagoas, Paulo Dantas (MDB), assinou termo que decretou estado de emergência em 29 municípios. Ele também anunciou a criação de um comitê integrado entre órgãos e secretarias de estado.

Conforme os dados repassados pela Defesa Civil, a cidade de Marechal Deodoro é que apresenta o maior número de vítimas. No local, cerca de 3 mil pessoas estão desalojadas ou desabrigadas.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.