InícioParaíbaManaíra Shopping é condenado a pagar R$ 5 milhões por morte de...

Manaíra Shopping é condenado a pagar R$ 5 milhões por morte de dois trabalhadores

Publicado em

- Advertisement -

De acordo com os autos do processo, diversas irregularidades no estabelecimento relacionadas à segurança do trabalhador.

O Manaíra Shopping, em João Pessoa, foi condenado a pagar R$ 5 milhões em indenização por danos morais coletivos após a morte de dois trabalhadores. As vítimas, que faziam uma reforma da casa de máquinas de ar-condicionado do estabelecimento, foram atingidas por uma estrutura de alvenaria que desabou.

A decisão do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (13ª Região), divulgada nesta quarta-feira (6), manteve a sentença da primeira instância contra o shopping. O estabelecimento ainda pode recorrer.

A condenação é um duro golpe para o Manaíra Shopping, que é um dos maiores centros comerciais da Paraíba. O acidente, que ocorreu em novembro de 2021, chocou a população da cidade e levantou questionamentos sobre as condições de segurança do trabalho no estabelecimento.

De acordo com os autos do processo, o Ministério Público do Trabalho (MPT) constatou diversas irregularidades no Manaíra Shopping relacionadas à segurança do trabalhador.

O órgão identificou que o shopping não havia implementado um programa de gerenciamento de riscos, não havia elaborado procedimentos operacionais padrão para as atividades de manutenção predial e execução de obras, e não havia capacitado os trabalhadores sobre o uso de equipamentos de proteção individual (EPI).

Além do pagamento de indenização, o Manaíra Shopping também foi condenado a implementar um conjunto de medidas para garantir a segurança dos trabalhadores.

Entre as medidas, estão a elaboração de um programa de gerenciamento de riscos, a elaboração de procedimentos operacionais padrão para as atividades de manutenção predial e execução de obras, e a capacitação dos trabalhadores sobre o uso de EPI.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.