InícioBrasilMarina diz que EUA estão 'ávidos por parcerias'

Marina diz que EUA estão ‘ávidos por parcerias’

Publicado em

- Advertisement -

A deputada federal eleita e integrante do governo de transição, Marina Silva, disse nesta quinta-feira (10) que sugeriu a um representante dos EUA na COP 27 que o país contribua com verba para o Fundo Amazônia. Paralisado no governo Bolsonaro, o fundo tem R$ 1,9 bilhão para investimento em ações de preservação ambiental (entenda mais abaixo).

Após uma conversa com John Kerry, enviado especial do governo americano sobre o Clima, Marina afirmou que “os EUA estão ávidos em ter uma parceria cada vez mais forte na proteção das florestas”.

A representante do governo Lula na conferência explicou que sugeriu a participação dos EUA e não teve uma resposta definitiva, mas ouviu uma boa sinalização do representante de Biden.

“A sinalização de que é importante aprofundar a cooperação, de que os EUA estão ávidos em ter uma parceria cada vez mais forte na proteção das florestas, com um esforço ainda maior, para que a gente busque alternativas que viabilizem o desenvolvimento econômico e social para os mais de 25 milhões de amazônidas é muito positivo.”

A ex-ministra do meio ambiente chegou nesta quinta-feira ao Egito junto com Sônia Guajajara, ex-coordenadora executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), e Célia Xakriabá, liderança indígena de Minas Gerais.

Desistência em 2019

Marina também relembrou a desistência do governo brasileiro em sediar a Conferência do Clima em 2019. Na época, o Itamaraty enviou uma nota ao g1 alegando que as restrições orçamentárias e transição de governo foram os motivos para abrir mão de sediar a COP 25. A deputada ressaltou que quando foi senadora da república, entre 2008 e 2011, o país sediou a COP 8, que teve como foco a biodiversidade. Até agora, Lula ainda não comentou sobre a questão e nem manifestou diretamente o desejo de sediar o evento no futuro, mas Marina alega que há interesse.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.