InícioParaíbaMédico agressor é exonerado do Trauma de João Pessoa

Médico agressor é exonerado do Trauma de João Pessoa

Publicado em

- Advertisement -

Caso ganhou repercussão nacional após imagens das agressões serem divulgadas nas redes sociais em mais um caso de violência contra mulher na Paraíba.

Um vídeo que mostra um médico agredindo a esposa foi o estopim para a exoneração do profissional do Hospital Trauminha de João Pessoa. O agressor, que também é diretor técnico da unidade, foi afastado do cargo pela secretária de Saúde do Município, Janine Lucena, e exonerado pelo secretário de Saúde do Estado, Jhony Bezerra.

As imagens mostram o médico, identificado como João Paulo Casado, dando vários golpes na esposa no elevador do residencial e dentro do carro. As agressões foram registradas no ano passado, mas só agora se tornaram públicas.

Após a divulgação do vídeo, a secretária de Saúde de João Pessoa, Janine Lucena, informou que pediu ao prefeito Cícero Lucena (PP) o afastamento imediato de Casado.

Tomei conhecimento através das redes sociais, na noite deste domingo (10), da agressão praticada por um médico que atualmente ocupa o cargo de Diretor Técnico do Complexo Hospitalar de Mangabeira contra uma mulher. Devido a gravidade dos atos demonstrados nas imagens, encaminhei ao Senhor Prefeito, Cícero Lucena, um pedido para o afastamento imediato, por incompatibilidade desse comportamento com o esperado para um servidor público. Como cidadã, mulher e Secretária Interina da Saúde, não poderia admitir a permanência em nossos quadros, de um profissional com conduta de tamanha gravidade”, escreveu Janine em nota.

Já o secretário de Saúde do Estado, Jhony Bezerra, informou que vai exonerar Casado do cargo.

Após tomar conhecimento do vídeo que mostra um médico agredindo a esposa, tomamos a decisão de exonerar o profissional do Hospital de Trauma de João Pessoa. Ato covarde e inadmissível de um médico, que deveria proteger e cuidar da população”, disse Bezerra.

Casado prestava serviço ao Hospital de Trauma de João Pessoa, além de ser diretor técnico do Hospital Trauminha de João Pessoa.

O caso gerou revolta nas redes sociais, com internautas cobrando punição ao agressor.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.