InícioBrasil"Mocinhos ou Bandidos?" Quem paga a Conta?

“Mocinhos ou Bandidos?” Quem paga a Conta?

Publicado em

- Advertisement -

Quem deve arcar com os custos da destruição do patrimônio e dos instrumentos democráticos de uma nação?

Embora boa parte da população tenha ficado estarrecida e surpresa com os atos de vandalismo orquestrados em Brasília, o que se observa é que não se trataram de manifestações espontâneas, como querem fazer crer os líderes do movimento radical bolsonarista.

Muito ao contrário, os atos preparatórios para a invasão da Praça dos Três Poderes vêm sendo orquestrados de maneira pública e notória há mais de 2 semanas, entre os principais perfis Bolsonaristas no País que estavam “guiando” os radicais para insuflar a destruição e violência que se assistiu nas últimas horas.

Não há como isentar influenciadores digitais e agentes públicos, que sejam por ação ou omissão, tenham elogiado manifestações golpistas nos QGs do exército, bloqueio das estradas, ou compartilhamento de notícias falsas.

Todos os meios de fomento, o que, obviamente incluem o financiamento dos atos golpistas, devem ser devidamente registrados, e processados com a devida atenção.

Entretanto, é fato que há um líder maior que responde pela ideologia golpista que se vislumbrar em todos os seus braços de ação espalhados como um vírus social.

O problema da segurança pública no Brasil que se assiste hoje, na realidade passa pela discussão sobre bases muito fundamentais dos valores pétreos da sociedade, pois ao não realizar o devido processo legal contra um presidente da república que atuou de forma contrária à defesa da vida, saúde e educação, e defesa das minorias, como ocorreu com o ex-presidente Bolsonaro, que não sofreu  Impeachment e completou seus 4 anos de mandato, isto sim, foi a principal falha do ponto de vista político e social.

Resta saber quais serão as atitudes práticas e jurídicas que serão tomadas, não só com aqueles que estiveram presencialmente nos atos de vandalismo cometidos, mas com todos aqueles que, durante os últimos 4 anos, estiveram de acordo, ou aplaudiram a dilapidação dos instrumentos democráticos.

A “aura” de supostos defensores da pátria e família cai por terra, por fim, com os atos perpetrados. Resta o questionamento sobre se os eleitores de Bolsonaro que supostamente defendem estes valores continuarão a apoiar estes movimentos.

Últimas notícias

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

relacionados

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.