InícioBrasilPF encontra minuta de decreto que pretendia declarar estado de defesa na...

PF encontra minuta de decreto que pretendia declarar estado de defesa na casa de Torres

Publicado em

- Advertisement -

Documento foi recolhido durante uma busca e apreensão na casa de Anderson Torres, ex-ministro da Justiça de Bolsonaro

Segundo o jornal Folha de São Paulo, a  Polícia Federal, em cumprimento ao mandado de busca e apreensão expedido pelo STF, encontrou na residência do ex-ministro da Justiça Anderson Torres uma minuta de decreto que, supostamente, serviria para o então presidente Jair Bolsonaro (PL) declarar estado de defesa na sede do Tribunal Superior Eleitoral.

Não se sabe, entretanto, a autoria da elaboração do documento, ou por quem foi solicitado e a data, entretanto, este fato somado aos recentes acontecimentos pesam negativamente para a defesa de Anderson Torres, que ainda não retornou ao Brasil, mesmo após o mandado de prisão expedido.

Ainda de acordo com a notícia veiculada, objetivo, seria “reverter” o resultado do pleito de 2022, do qual Lula (PT) saiu vencedor no segundo turno contra Bolsonaro. A reportagem apurou que o referido documento haveria sido encontrado em um armário Torres durante ação de busca e apreensão realizada pela PF na última terça 10.

O despacho de Moraes, chancelado pelo plenário do STF, atendeu a um pedido da PF. O documento menciona “descaso e conivência” de Torres “com qualquer planejamento que garantisse a segurança e a ordem no Distrito Federal”.

O comportamento de Torres, afirmou Moraes, “só não foi mais acintoso do que a conduta dolosamente omissiva do Governador do DF, Ibaneis Rocha”. O emedebista foi afastado do cargo por 90 dias ainda na noite do domingo 8, também por decisão de Moraes, chancelada nesta quarta pelo plenário do STF.

Os advogados de Torres vieram a público para negar a tese de que o documento encontrado fosse de sua autoria, ou que houvesse sido mostrado ao ex-presidente, e que o mesmo o havia sido “entregue” a ele, mas que sequer havia levado o mesmo em consideração. Entretanto não explicou a origem da peça nem o motivo de ter sido guardado mesmo após ter sido exonerado do cargo que exerceu no ministério do governo do ex-presidente.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.