InícioBrasilPor que o governo deve investir nas micro e pequenas empresas?

Por que o governo deve investir nas micro e pequenas empresas?

Publicado em

- Advertisement -

Micro e pequenas empresas foram responsáveis por sete de cada dez das vagas de trabalho formais no primeiro semestre de 2023

As micro e pequenas empresas (MPEs) geraram 70% das vagas de trabalho formais abertas no primeiro semestre de 2023, segundo levantamento do Sebrae. Foram 709 mil novos postos de trabalho registrados no segmento nos primeiros seis meses do ano, contra 314 mil criados pelas médias e grandes empresas.

O resultado das MPEs é ainda mais significativo se considerarmos que o volume total de criação de empregos formais entre janeiro e junho foi 26,3% inferior em relação ao mesmo intervalo do ano passado.

Os setores que mais geraram empregos nas MPEs foram os de serviços (394 mil), construção (147 mil), indústria da transformação (72 mil) e comércio (60 mil).

O presidente do Sebrae, Décio Lima, afirmou que as MPEs estão dando uma contribuição inestimável à manutenção do emprego no país, mesmo enfrentando uma taxa de juros absurda e que inibe o investimento.

“As micro e pequenas empresas são fundamentais para a economia brasileira. Elas são responsáveis por mais da metade dos empregos formais, e são elas que estão gerando a maior parte das vagas de trabalho novas no país”, disse Lima.

O resultado positivo das MPEs é uma prova de sua resiliência e capacidade de adaptação às adversidades. As pequenas empresas são mais ágeis e flexíveis do que as grandes, e estão mais preparadas para atender às demandas do mercado.

As MPEs também são importantes para a geração de renda e inclusão social. Elas oferecem oportunidades de emprego para pessoas de baixa renda e qualificação, e contribuem para a dinamização da economia local.

O resultado das MPEs no primeiro semestre de 2023 é um sinal de esperança para a economia brasileira. As pequenas empresas estão mostrando que são capazes de gerar empregos, renda e inclusão social, mesmo em um contexto de crise.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.