InícioDestaquePré-seleção de alunos para estudarem na Escola do Teatro Bolshoi é iniciada...

Pré-seleção de alunos para estudarem na Escola do Teatro Bolshoi é iniciada em JP

Publicado em

- Advertisement -

Alunos da Rede Municipal de Ensino de João Pessoa iniciaram na manhã desta segunda-feira (15) a busca de um sonho que é virar bailarinos da Escola do Teatro Bolshoi, em Joinville, Santa Catarina. É que a Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), deu início ao novo processo de pré-seleção de crianças nascidas em 2012, 2013 e 2014. A pré-seleção acontece até o dia 31 de maio.

Neste primeiro dia, no turno da manhã, foram avaliadas alunas das escolas da rede nos bairros de Mangabeira e Cidade Verde: Escola Municipal Virgínius da Gama e Melo, Zumbi dos Palmares, João Gadelha de Oliveira, Afonso Pereira, Luiz Vaz de Camões e David Trindade.

A tarde acontecerá avaliação nas escolas dos bairros de Água Fria, Bancários, Altiplano e Penha: Escola Municipal Ana Cristina Rolim Machado, Lions Tambaú, Olívio Ribeiro Campos, Aruanda, Anita Trigueiro do Vale e Antônio Santos Coelho.

Nossa expetativa é que possamos oportunizar o maior número de crianças matriculadas nas nossas unidades escolares. Através do prefeito Cícero Lucena e da secretária da Educação, América Castro, queremos dar essa oportunidade para que essas crianças possam estudar em uma das melhores escolas de dança do mundo”, disse a representante da Escola do Teatro Bolshoi em João Pessoa e coordenadora do processo seletivo, Fernanda Albuquerque.

As crianças serão avaliadas em critérios como flexibilidade, mobilidade e impulsão, entre outros.

Samira Gonçalves da Rocha, 11 anos, é aluna da Escola Índio Piragibe e está participando pela primeira vez da seleção e não escondeu a alegria de ter tido esta oportunidade.

Eu nunca participei e sempre via algumas colegas minhas fazendo esse teste. Estou muito feliz em ter tido essa chance. Eu acho o balé muito bonito e ser bailarina é uma profissão muito difícil. Mas estou preparada e acredito que passarei para a próxima etapa”, disse Samira.

As avaliações estão sendo feitas por 16 professores de Educação Física treinados pelo Bolshoi. O processo seletivo é realizado pela Sedec, por meio da Divisão de Educação Física, Saúde e Esporte Escolar (Defise).

A parceria entre a Escola do Teatro Bolshoi e a Prefeitura de João Pessoa teve início em 2002, durante a primeira gestão do prefeito Cícero Lucena, e retomou em 2021. Atualmente, 12 estudantes, selecionados anteriormente na Rede Municipal de Ensino, estão em Joinville (SC) já em processo de formação.

Fonte: SECON Prefeitura Municipal de João Pessoa

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.