InícioParaíbaQuatro anos após a morte de Gabriel Diniz, álbum inédito será lançado...

Quatro anos após a morte de Gabriel Diniz, álbum inédito será lançado com inteligência artificial

Publicado em

- Advertisement -

Pai de Gabriel Diniz anuncia álbum póstumo feito com Inteligência artificial e receberá o título de “Não é, Mas Poderia Ser”

O cantor paraibano Gabriel Diniz terá um álbum póstumo criado com a ajuda da inteligência artificial. Essa novidade foi confirmada pelo pai do artista, Cizinato Diniz, em uma publicação no Instagram. O álbum receberá o título de “Não é, Mas Poderia Ser” e será lançado no dia 18 de outubro, estando disponível no YouTube e na plataforma de streaming Sua Música.

Cizinato, em seu post no Instagram, destacou que Gabriel sempre foi um pioneiro e inovador em relação à realização de ideias e projetos. Agora, com os avanços da Inteligência Artificial, a música de seu filho será reimaginada.

Gabriel Diniz, famoso por seu hit “Jenifer”, faleceu tragicamente em 27 de maio de 2019, aos 28 anos, em um acidente de avião em Sergipe. Além de Gabriel, os pilotos e diretores do Aeroclube de Alagoas, Linaldo Xavier e Abraão Farias, também perderam a vida. Gabriel estava voltando de um show em Feira de Santana (BA) para comemorar o aniversário de sua então noiva, Karoline Calheiros.

Durante sua vida, o cantor misturou os estilos forró e sertanejo e lançou vários álbuns, tanto ao vivo quanto de estúdio.

O anúncio desse álbum gerou reações variadas nas redes sociais, com algumas pessoas expressando preocupação sobre o uso da inteligência artificial para criar músicas. Algumas levantaram questões sobre como a voz original de Gabriel Diniz será usada e se isso seria algo que ele teria desejado em vida.

A produção de álbuns póstumos com a ajuda da IA é um tópico que gera debates sobre ética e direitos autorais, à medida que a tecnologia se torna mais avançada na recriação de sons e músicas baseados em gravações originais.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.