InícioParaíbaSuplente de vereador é acusado de agredir mulher em Campina Grande

Suplente de vereador é acusado de agredir mulher em Campina Grande

Publicado em

- Advertisement -

As agressões foram registradas pela câmera de segurança do condomínio onde residem os envolvidos. A vítima prestou Boletim de Ocorrência

Violência: O caso foi noticiado pelo Blog do Márcio Rangel e está repercutindo neste sábado (15). O suplente de vereador em Campina Grande, Dr. Valdé Silveira (Podemos), teria supostamente agredido uma mulher e sua filha menor de idade em um condomínio da cidade de Campina Grande.

Embora as agressões registradas pelas câmeras de segurança tenham ocorrido na última terça-feira (11), somente hoje vieram à público por denúncia da vítma.

De acordo com as imagens obtidas é possível verificar o momento exato no qual a violência tem inicio no estacionamento e se estende até o elevador do edifício. A mulher teria sido agredida pelo suplente de vereador bem como pela filha dele, médica recém formada, como pode ser visto no vídeo.

Segundo a vítima, o motivo das agressões teria sido um desentendimento por ela está tirando fotos da sua loja no estacionamento do prédio em que eles moram. Essa seria a terceira vez que ela é vítima de agressões por parte do suplente de vereador.

O suplente de vereador Valdé Silveira ainda não se manifestou sobre o ocorrido.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.