InícioDestaqueTCE-PB aprova contas do governo de João Azevêdo

TCE-PB aprova contas do governo de João Azevêdo

Publicado em

- Advertisement -

Sensação de dever cumprido dentro do poder Executivo Estadual paraibano. Nesta terça-feira (13) o Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB), aprovou por unanimidade, as contas do governador João Azevêdo relativas ao exercício de 2021.

A sessão realizada nesta terça (13) foi conduzida pelo presidente, conselheiro Fernando Rodrigues Catão e contou com a participação dos conselheiros Arnóbio Alves Viana, Antônio Nominando Diniz (relator), Fábio Túlio Nogueira, André Carlos Torres Pontes, Antônio Gomes Vieira Filho e o substituto Oscar Mamede Santiago Melo (no exercício da titularidade do cargo). Pelo Ministério Público de Contas atuou o procurador geral Bradson Tibério de Luna Camelo.

O relator foi conselheiro Nominando Diniz Filho, que formou entendimento em seu parecer pelo atendimento parcial a Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000, que foi seguido em votos pelos demais membros.

A decisão foi de suma importância, uma vez que a suposta falta de publicação dos contratados havia conduzido as decisões anteriores do Tribunal que se posicionou pela emissão de Parecer Prévio Contrário à aprovação destas Contas de Governo, tendo em vista o disposto no Acórdão APL TC 00112/16, fato bastante explorado pela mídia.

Entretanto, após o julgamento ser adiado na última semana quando a Procuradoria Geral do Estado (PGE) solicitou a inclusão de publicações no Diário Oficial do Estado (DOE) que demonstravam, por exemplo, as contratações de servidores e a não existência dos chamados ‘codificados’, desta vez as provas colacionadas aos autos demonstraram o atendimento aos requisitos apontados como essenciais na ordem legal.

Com a apresentação dos documentos complementares, tanto a Auditoria quanto o Ministério Público de Contas, reconhecem as publicações, mesmo que em períodos diferentes e não “de uma única vez”, o que fundamenta a decisão do relator Nominando Diniz. 

O atual presidente do Tribunal de Contas, Fernando Catão, fez a leitura do parecer ao fim da sessão ressaltando que o governo atendeu parcialmente o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal, e foram emitidas recomendações à gestão estadual. Para o presidente da corte, a sessão teve importância fundamental para a pacificação de pontos de grande discussão entre o Tribunal e Governo do Estado, tais como os dados analisados sobre a contratação dos chamados ‘codificados’, finalmente solucionado com a apresentação das comprovações necessárias quanto as devidas contratações.

Importante frisar que de acordo com o parecer final, os gastos com educação alcançaram 25,76%, o do Fundeb chegou a 79,70% (com os restos a pagar) e Ações e Serviços de Saúde (ASPS), com inserção dos contratos, atingiu o percentual de 12,12%. 

Apesar do parecer favorável dos conselheiros, além da multa aplicada no valor de R$ 5 mil, o conselheiro Nominando Diniz (relator) determinou a instauração de inspeção especial para analisar as contratações de servidores admitidos a título de serviços prestados, vínculo irregular na administração pública e que contraria o disposto no art. 37 da Constituição Federal, notadamente, o que determina como regra geral a investidura em cargo ou emprego público, mediante prévia aprovação em concurso público.

Com a decisão, a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deverá julgar seis exercícios financeiros, relativos aos anos de 2016, 2017 e 2018 (Ricardo Coutinho), 2019, 2020 e 2021 (João Azevêdo).

Últimas notícias

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

relacionados

Ciro Gomes compara Lula e Bolsonaro: “Não mudou nada”

Ex-presidenciável Ciro Gomes ressaltou que desistiu da vida pública e que não será mais candidato a cargos eletivos.

Trump deve enfrentar Biden na eleição

Após vencer as primárias de Missouri, Michigan e Idaho, Donald Trump aparece como principal nome do Republicanos para as eleições dos EUA

Caçada aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró se intensifica

Mossoró: fugitivos invadem galpão, agridem homem e polícia monta cerco. Nas redondezas também há uma pista de pouso em bom estado de conservação, além de ruínas de uma antiga fazenda.