InícioParaíbaVeneziano nega que governo federal esteja retendo recursos do FPM

Veneziano nega que governo federal esteja retendo recursos do FPM

Publicado em

- Advertisement -

Após protestos dos Prefeitos paraibanos contra perdas do FPM, governo nega retenção de recursos, e Veneziano se pronuncia sobre o assunto.

Prefeitos paraibanos protestaram na última semana contra a diminuição dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Eles alegam que a redução impacta diretamente nas administrações municipais, que precisam dos recursos para pagar servidores, obras e serviços públicos.

O senador Veneziano Vital do Rêgo, presidente do MDB na Paraíba, negou que o governo federal tenha retido os recursos do FPM.

“Não existe isso de dizer que o presidente Lula pede que retenha os recursos do Fundo de Participação dos Municípios. O que existe é uma queda drástica nas receitas federais e por consequência geram perdas aos municípios. O que eu sei é que há um estancamento dessa fase e o repasse será retomado”, alegou.

O senador também disse que o governo federal está trabalhando para garantir que os recursos do FPM sejam repassados aos municípios de forma regular.

O protesto dos prefeitos paraibanos é mais um sinal de preocupação com a situação financeira dos municípios. Em todo o Brasil, as administrações municipais enfrentam dificuldades para equilibrar as contas públicas.

Últimas notícias

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.

Janones será investigado por suposta “rachadinha”em gabinete

Parlamentar nega que cobrou de membros de assessoria devolução de parte do salário; representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol

relacionados

PF INVESTIGA ESQUEMA DE FALSOS MÉDICOS NA PB

Após denúncia em Cabedelo, PF recebe do CRM dossiê sobre esquema de falsos médicos na PB

Nilvan reage: “A melanina da minha pele não é motivo para ninguém me desqualificar”

"Isso é um crime muito grave e não pode passar despercebido, senão vira moda. E a gente tem que cortar o mal pela raiz, para que outras pessoas que queiram fazer isso comigo ou com qualquer outra pessoa negra, elas tenham medo de ser preconceituosos, ser racista, antes de cometer qualquer fato em relação ao que cometeram comigo hoje."

Azevêdo anuncia reajuste de servidores, incorpora mais 20% na Segurança e piso de professores

Reajuste também contempla inativos e pensionistas, além de professores e forças de segurança.