InícioParaíbaVítima de médico agressor relata que ele não tinha medo de denúncias

Vítima de médico agressor relata que ele não tinha medo de denúncias

Publicado em

- Advertisement -

João Paulo Casado aparece agredindo a ex-companheira, a enfermeira Rafaella Lima, em pelo menos duas ocasiões diferentes, em vídeos em 2022. 

A enfermeira Rafaella Lima enfrentou um pesadelo de abuso doméstico nas mãos do ex-marido, um médico influente em João Pessoa. O horror dessas agressões, que ocorreram em 2022, foi capturado por câmeras de segurança e veio à tona recentemente.

Os vídeos mostram o médico agredindo Rafaella em duas ocasiões distintas, revelando um período sombrio em seu relacionamento com João Paulo Casado. O mais alarmante é que Rafaella só conseguiu acessar as imagens um ano depois, quando começou a desvendar a verdade sobre seu relacionamento.

“Ver a mim mesma foi diferente. Eu tentava bloquear sempre que as agressões aconteciam. Então… eu nem lembrava que o carro tinha sido naquela intensidade. Eu lembrava que ele tinha me dado um soco”, diz Rafaella.

As agressões foram tão graves que vizinhos denunciaram o caso anonimamente no ano passado, levando Rafaella à delegacia da mulher de João Pessoa. No entanto, ela negou todas as acusações, com medo das consequências.

Em julho, Rafaella e João Paulo se separaram, e em agosto ela finalmente denunciou as agressões. As imagens chocantes vieram a público esta semana pelo site Paraíba Feminina, mudando tudo.

A delegada Nadja Fialho de Araújo, que havia pedido o arquivamento do caso anteriormente, foi afastada após a repercussão do escândalo. A questão chegou até mesmo à Assembleia Legislativa da Paraíba.

João Paulo Casado, apesar das evidências, nunca demonstrou receio de ser denunciado e frequentemente menosprezava a situação. Ele afirmava que as consequências de suas ações seriam mínimas, no máximo uma fiança.

Rafaella e João Paulo começaram a namorar e morar juntos em 2020. Ela largou seu trabalho como enfermeira para estudar medicina, custeada por ele. Rafaella afirma que a violência era sempre motivada por questões triviais e que ele a intimidava quando ela expressava opiniões próprias.

“Você tinha que concordar com a opinião dele. Se você tivesse uma opinião própria, ele a via como um desaforo”, diz Rafaella.

A defesa de João Paulo tenta justificar as agressões, alegando que Rafaella havia maltratado o filho dele naquele dia. No entanto, ela nega categoricamente essa versão e sempre teve uma relação amigável com o enteado.

As autoridades não ficaram indiferentes ao caso. João Paulo Casado foi exonerado de seus cargos como médico ortopedista no maior hospital da Paraíba e na diretoria do principal hospital municipal de João Pessoa. Além disso, ele é cabo do corpo de bombeiros e enfrenta uma sindicância.

Últimas notícias

Paraíba abre as portas para a Alemanha

Governador João Azevêdo marca o início do I Fórum de Internacionalização Paraíba sem Fronteiras: Paraíba-Alemanha, com investimento de R$ 307 milhões em pesquisa e bolsas.

Vereador Dinho Dowsley se filia ao PSD em busca de representação para João Pessoa

O vereador Dinho Dowsley, atual presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), anunciou nesta quinta-feira (4) sua filiação ao Partido Social Democrático (PSD). A mudança de partido ocorreu após sua saída do Avante, pelo qual foi eleito em 2020.

Governadores do Nordeste Propõem Medidas para Fortalecer Finanças Estaduais

Uma das propostas é a do aumento do FPE e Parcelamento de Dívidas para Enfrentar Desafios Financeiros Estaduais pelas perdas de arrecadação com a desoneração do ICMS.

Tudo pronto para as provas do Concurso Público Nacional Unificado

Provas ocorrem no dia 5 de maio e serão aplicadas simultaneamente em 228 cidades em todas as unidades da federação, com questões objetivas e dissertativas

relacionados

Paraíba abre as portas para a Alemanha

Governador João Azevêdo marca o início do I Fórum de Internacionalização Paraíba sem Fronteiras: Paraíba-Alemanha, com investimento de R$ 307 milhões em pesquisa e bolsas.

Vereador Dinho Dowsley se filia ao PSD em busca de representação para João Pessoa

O vereador Dinho Dowsley, atual presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), anunciou nesta quinta-feira (4) sua filiação ao Partido Social Democrático (PSD). A mudança de partido ocorreu após sua saída do Avante, pelo qual foi eleito em 2020.

Governadores do Nordeste Propõem Medidas para Fortalecer Finanças Estaduais

Uma das propostas é a do aumento do FPE e Parcelamento de Dívidas para Enfrentar Desafios Financeiros Estaduais pelas perdas de arrecadação com a desoneração do ICMS.